segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O brilho de um padroeiro renomeado: 'São' Jorge Henrique!

Ele não é habilidoso como Ronaldo, mas teve uma tarde fenomenal neste domingo. 
Também não é muito alto para a sua posição (1,69m), mas foi um gigante em campo.

A cada dia que passa, Jorge Henrique vai se tornando mais e mais ídolo do atual Corinthians, e não seria exagero dizer que este baixinho é mais indispensável ao time do que Ronaldo.
Com um gol solitário do atacante logo no comecinho de jogo, o Corinthians venceu o Palmeiras. O resultado no clássico deixa o alvinegro na liderança do Paulistão, e encerra um longo tabu que durava desde o final de 2006; desde então eram cinco vitórias alviverdes e dois empates.

Confirmando todos os desfalques citados na véspera, o clássico realmente perdeu o seu brilho costumeiro, mas ganhou em requintes de emoção.
Logo aos 6 minutos quando Tcheco cobrou falta na lateral direita da área, para o cabeceio certeiro de Jorge Henrique, dando a impressão de que seria um jogo fácil para os alvinegros.
Mas quatro minutos depois as expectativas foram por água abaixo, com a expulsão do lateral Roberto Carlos, logo em seu primeiro clássico com a camisa do Corinthians...

E adivinhe quem voltou para recompor o setor? Ele mesmo, Jorge Henrique!
Pelo sua disposição e vigor físico, frequentemente pode se ver o baixinho correndo por todos os lados do campo, sem nenhuma frescura.

A partir daí o Palmeiras se lançou ao ataque e teve muito mais posse de bola durante o restante do jogo, porém quase não chutou a gol. E quando fez isso, lá estava um novo santo: o goleiro Felipe, que também buscava a sua primeira vitória no clássico, junto com a sua redenção (após ter falhado em clássicos anteriores contra o alviverde).
Salvou em pelo menos quatro chances, e fez um milagre num chutaço do zagueiro Danilo, após confusão na área.

O técnico Muricy cansou de insistir com bolas cruzadas na área, e Cleiton Xavier cansou de reclamar da apatia do juiz em alguns momentos. Tanto que foi expulso no finzinho do jogo.
Por essas e outras é inegável que o Palmeiras martelou o tempo inteiro. Mas começou a ter seu caixão pregado por conta da deficiência técnica da maioria de seus jogadores, e decorreu o processo pela raça de Jorge Henrique, sendo finalizado pelas mãos de Felipe.

Pensando em Libertadores, é bom os corinthianos se inspirarem neste jogo. E principalmente na raça do baixinho, o mais novo padroeiro.

É o São Jorge Henrique guerreiro, e ele jogará por ti!


Reinaldo Vieira

9 comentários:

Ariane Yajima disse...

Sãoo Jorgeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!

Gol mto legalll ontem!E o gostinho de ganhar do palmeiras naum tem preço!!

huahuahuahhua

1 de fevereiro de 2010 15:52
Guilherme Bayara disse...

Não gosto de futebol.
Mas teu blog é organizado e bem feito.
Parabéns

1 de fevereiro de 2010 16:27
amanda disse...

hahaha.
sem duvida, tem um gostinho a mais uma vitoria sobre o palmeiras.
melhor coisa no dia seguinte sem duvida é zuuar uma porquinha.
hehehee

Jorge, como sempre, seem palavras.
estou arrepiada lembrando do momento do gol, o pacaembu inteiiro comemorando aquele momento! *--*
sem palavras.

assim como eu , tiveram outros que choraram. hahaha
enfin, tabu quebrado!

:D
arrepiei com o ltexto.
hahahaa

1 de fevereiro de 2010 17:16
Gutt e Ariane disse...

Sinceramente, achei um jogo amarrado pro potencial e pela divulgação que teve... Espera muito mais de um classico como esse, mas, que há de se fazer... Palmeiras incompetente!! rsrs

1 de fevereiro de 2010 17:56
Vinícius Duarte disse...

Você foi o primeiro a comemtar no meu blog! vlw msm, para quem gosta de futebol, vejo que seu blog não é mais um blog e sim "O BLOG"!! parabéns cobertura total aqui!

http://www.tomorowcanwait.blogspot.com/

1 de fevereiro de 2010 18:16
mulherices disse...

É! O Jorge Henrique, mesmo sem status de "astro" é um dos poucos titulares absolutos do Corínthians. Impressionante a capacidade de "entrega" dele em campo, adaptando-se à várias funções diferentes ao longo do jogo e ainda fazendo gols decisivos. Salve, Jorge!

1 de fevereiro de 2010 19:55
Bullshit Rock disse...

Nem vi o jogo =X

O importante pe que somos lider! (y)

1 de fevereiro de 2010 20:40
Vinicius Oliveira disse...

Olha sou fã do futebol desse Jorge Henrique, desde os tempos que ele era do Santa Cruz.. muito bom jogador, que ajuda na marcação, corre pelo time e faz gol

http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/ comenta em meu blog? POR FAVORR

1 de fevereiro de 2010 22:00
Calvin disse...

No Botafogo ele tinha altos e baixos pq rende mais com um atacante matador ao lado...Tanto que seu auge foi fazendo dupla com o Dodô em grande fase,porém quando os holofotes se voltaram pra ele,em 2008,não funcionou tão bem..Mas tem um excelente potencial além de ter muita disposição,o que conta muito pro futebol conteporâneo.


www.finalzindefesta.blogspot.com

A postagem mais recente do meu blogo,coincidentemente,também é falando sobre futebol apesar deste não ser o principal tema do blog.

8 de fevereiro de 2010 22:28